Pomba gira Maria Padilha

Salve Maria Padilha.

Maria Padilha é uma das principais entidades da umbanda e do candomblé traz consigo o dom do encantamento

de amor é muito procurada pelas pessoas que sofre de paixões não Correspondidas .

E suas oferendas são compostas geralmente de cigarros champanhe rosas vermelhas perfumes anéis e

gargantilhas batom pentes espelho farofa feita com azeite de dendê suas obrigações são geralmente arriadas

nas encruzilhadas de T aceita como sacrifício galinha vermelha cabra e pata preta.

Mulheres que trabalham com esta entidade são geralmente belas bonitas atraentes e sensuais são dominadoras

e de personalidade muito forte sabem amar como ninguém mas com a mesma facilidade sabem odiar seus

parceiros amorosos.

Maria Padilha é protetora das prostitutas gosta do luxo e do sexo adora a lua mas odeia o sol suas roupas são

geralmente vermelhas e pretas igualmente seus colares e sua coroa suas cantigas são muito alegres e cheias

de magia e segredos. E mulher de sete exu rainha dos cabarés e das encruzilhadas

Podemos também ver MARIA PADILHA como aquela pessoa alegre que passa pelas ruas recolhendo toda a “sujeira”. Vem com brincadeiras e algazarras, mas faz um trabalho enorme em benefício da sociedade, que se diga de passagem é muito pouco reconhecido, mas ELA o exerce com presteza e determinação.
Assim como devemos ter um conceito mais respeitoso do ORIXÁ EXÚ, devemos também dedicar mais respeito ao trabalho de MARIA PADILHA.

deixando de encará-la como uma mulher vulgar e da vida, que só vêm “para arranjar casamento” ou o que é pior, para desfazer casamentos…Isto é uma coisa absurda e vulgar… O trabalho de MARIA PADILHA é sério.
. É também um trabalho de descarrego, de limpeza, de união entre as pessoas.

De abertura dos caminhos da vida, seja do ponto de vista material, mental ou espiritual.
MARIA PADILHA é considerada a qualidade feminina de Exu.

Na tradição dos candomblés de origem predominantemente Yorubá MARIA PADILHA faz parte do panteão de entidades que trabalham na “esquerda”, isto é, que podem ser invocadas para “trabalhar para o bem ou para o mal”, em contraste com aquelas entidades da “direita”, que só seriam invocadas em nome do “bem”.
Temos de entender que no ALTO CANDOMBLÉ não é feita distinção entre o “bem” e o “mal”, no sentido judaico-cristão, e sim na relação do “ORIXÁ” e o “homem”.
O culto à Maria Padilha, como entidade dotada de identidade própria, não é o mesmo culto dado a um ORIXÁ, mas é cultuada como um ser do mundo astral, guerreira e inteligente demais, que realiza diversos trabalhos e está sempre pronta a ajudar as pessoas a vencerem vários obstáculos da vida, a conseguir a felicidade no amor, vencer problemas de saúde de desarmonia conjugal e está muito próxima da nossa esfera humana.
.Seu poder é tão grande que é sempre invocada nas questões sentimentais uma vez que traz consigo os dons do encantamento de amor, sendo assim muito procurada pelas pessoas que sofrem de paixões não correspondidas
Suas oferendas são compostas geralmente de cigarros, champagne, rosas vermelhas, perfumes, anéis e gargantilhas de ouro ou dourados, batom, pentes, espelhos, farofa feita com azeite de dendê. Suas obrigações são geralmente arriadas nas encruzilhadas de T.
Maria Padilha adora a lua mas odeia o sol e as suas roupas são geralmente vermelhas e pretas igualmente seus colares e sua coroa. Suas cantigas são muito alegres e cheias de magia e segredos.
A sua força é guerreira, a sua vibração magnética é carregada de sensualidade e alegria, Uma coisa é muito certa, todo e qualquer problema que colocamos nas mãos de qualquer uma delas tem solução.
O importante ao invocá-la é lembrar sempre que, é uma entidade complexa, de personalidade forte, e que nunca perdoa uma falta de palavra dada. O importante também é não invocá-la para trazer prejuízo a outrem, porque ela o fará com certeza, mas a dívida kármica adquirida ficará por conta de quem pediu.
Quanto ao seu aspecto sensual, faz parte de sua polaridade, não querendo significar com isso depravação ou perversão.
Por isso devemos respeitar ao máximo o trabalho de Maria Padilha, levando-o muito à sério e JAMAIS o desrespeitando .
estamos reconhecendo seu poder e ao mesmo tempo estamos pedindo “àquele(a) que vive a noite, que nos livre das emboscada


Pomba-Gira Maria Padilha

A Pomba-Gira ou Pombajira é um Exu-fêmea.

Tal como os Exús, as Pombas-Giras são espíritos em evolução, que já viveram entre os humanos, e que aprendem sobre a vida através de nossa própria vida, enquanto aguardam a sua vez de reencarnar.

Os espíritos mais evoluídos são chamados por outro nome. Assim a Pomba-Gira passa a ser chamada de Lebará. Zaira Male era uma bruxa, que fundou a sociedade “Mulheres de Cabaré Damas da Noite”, local onde as mulheres da “noite” se reuniam, recebiam os homens a quem davam prazer, mas não só. Esse local permitia-lhes reunir-se para aprender a magia, encantos e feitiços, para conseguir obter dos homens tudo o que queriam. Zaira Male transmitiu ás suas aprendizes o culto ás outras que morressem.

Assim nasceu o culto da Pomba-Gira. As antigas, as anciãs incorporavam no corpo das mulheres novas com capacidades mediúnicas para as receber, e transmitir as suas mensagens.

Essas mensagens podem ser das mais variadas, no entanto o objectivo principal é o conhecimento da magia e dos encantamentos, que permitirá ás mulheres saber como conquistar o homem amado.

As Pombas-Giras são Exús fêmeas ligadas á sexualidade e á magia, tendo várias áreas de domínio: amor, sexo, sentimentos.

As Pombas-Giras têm um nome cabalístico: KLÉPOTH. E cada uma atende por um nome diferente: rainha das 7 catacumbas, Maria Padilha… Maria Padilha é uma das principais entidades da Umbanda e do Candomblé, da linha da esquerda, sendo também conhecida por Dona Maria Padilha, e considerada a Rainha das Pombas-Giras.

É a Rainha do Reino da Lira, Rainha das Marias.

É a mulher de Exu Rei das 7 Liras, ou Exu Lúcifer, como é conhecido nas Kimbandas.

Ela é vista como o espírito de uma mulher muito bonita e sedutora, que em vida teria sido uma fina prostituta ou cortesã influente.

Maria Padilha é uma Pomba-Gira poderosa capaz de auxiliar em problemas de amor, saúde, afastar indesejáveis, desmanchar feitiços.

As mulheres que trabalham com esta entidade têm uma personalidade muito forte e são geralmente extremamente sensuais e atraentes.

Amam como ninguém, mas se forem traídas facilmente odeiam seus parceiros amorosos. Maria Padilha é a protectora das prostitutas.

Gosta do luxo e do sexo.

Suas roupas são geralmente vermelhas e pretas, usa uma rosa nos seus longos cabelos negros. É uma Pomba-Gira que gosta de festas e dança.

Os seus dons: dom do encantamento de amor. As suas oferendas são: cigarros, champanhe, rosas vermelhas em número ímpar, jóias, cosméticos, espelhos, mel, licor de anis. Os seus trabalhos são geralmente despachados em encruzilhadas em “T”.

Os sacrifícios a oferecer-lhe: galinha vermelha, cabra, pata preta. A saudação a Exú: Laroyê, Exu! (“Salve, Exu!”) Maria Padilha, tem vários nomes: – Maria Padilha Rainha dos 7 Cruzeiros da Kalunga; – Maria Padilha Rainha das 7 Encruzilhadas; – Maria Padilha Rainha dos Infernos; – Maria Padilha Rainha das Almas; – Maria Padilha das Portas do Cabaré; – Maria Padilha Rainha das 7 facas; – Maria Padilha Rainha da Figueira… O maior segredo para pedir e obter o que pedir para Maria Padilha, está na fé nela e no respeito por ela.

 

Salve as Pombas Giras

 

ORAÇÃO À POMBA GIRA.

Senhora Pomba Gira, que atua na luz e na lei do nosso Divino Criador; Nós te pedimos para que com vossas forças e irradiações divinas a Senhora nos ajude, esgotando em nós todos os vícios que fazem mal à nossa alma, nosso espírito e nosso corpo. Que não sejamos atormentados e vampirizados por nenhum desejo desvirtuado. Que a Senhora equilibre nosso emocional, despertando em nós as vontades do nosso Divino Criador. Pedimos também, Senhora Pomba Gira, que nas irradiações da nossa Mãe Oxum, nos mostre o melhor meio de amar, respeitar e ajudar a nós mesmos e aos nossos semelhantes, para que assim nosso íntimo seja reformado. E que, nas irradiações de nossa Mãe Iemanjá a Senhora leve para as profundezas do mar sagrado, todas as nossas dores, aflições e tormentos, fortalecendo o nosso desejo pela vida. E que, junto com a Mãe Nanã, a Senhora cure todos os males do nosso espírito, da nossa matéria, e com nossa Divina Santa Sara e o povo cigano a Senhora corte, desmanche e quebre todas as ações negativas enviadas a nós para que, livres e felizes, possamos seguir nosso caminho e cumprir nossa missão com vosso amparo divino.
Salve todas as Pomba Giras!

ORAÇÃO A MARIA PADILHA

São 12 horas em ponto e o sino já bateu. Sei que nesta hora, pela força do vento a poeira vai subir, e com ela também subirá todo o mal que estiver no meu corpo, no meu caminho e na minha casa. Tudo se afastará da minha vida. É com a força e Axé de Maria Padilha que meus caminhos, a partir deste momento, em que os ponteiros se separam, estarão livres de todos os males materiais e espirituais, pois a luz que clareia o caminho de Maria Padilha também há-de clarear os meus caminhos, para isso estarei sempre na posse desta oração
Salve Maria Padilha

      Padilha na mesa de um bar para - Pomba Gira Maria Padilha

  • Av. Dona Sofhia Rasgulaeff 177.
    Jardim Alvorada/ Maringá /Paraná
    Telefone: (44) 3034-5827 (44) 99956-8463
    Consultas Somente com Hora Marcada.
    Atendimento: de Segunda a sexta-feira
    Das 09:00 as 19:00 horas.
    Não damos consultas:
    via WhatsApp ou via E-mail e mensagens de celular.



Esta entrada foi publicada em Pomba´Giras. Adicione o link permanente aos seus favoritos.