Humildade

 

Humildade é o caminho único para se servir a Deus.

Todos nós encarnados ou não, devemos ser simples e humildes.

Nosso exemplo maior é Jesus.

Nasceu numa manjedoura, veio com a missão de Rei, mas nunca foi ligado a bens materiais.

Nada nem ninguém o tiraram do caminho certo. Sabia o valor do dinheiro, do ouro, podia obter riquezas e prestígio fácil.

A sua volta, todos erros e ganâncias eram comuns.

Não se precisava muito para justificar uma grande fortuna ou títulos de nobreza.

Jesus sabia como ninguém que os bens eram necessários, mas como Mestre visto que a Humildade e Nobreza de Coração eram títulos mais importantes.

O homem precisa do seu trabalho, ganhar o pão com o suor do dia, mas não, mas pode ser escravo do dinheiro.

O corpo não vive sem alimento, sem roupas ou teto.

Sem trabalho e sustento ninguém sobrevive.

Deus nos mostra que pelo trabalho, nos melhoramos e nossas matérias recebem as forças para cumprirem suas missões.

Nosso lar, nossa família são à base de partida para uma jornada de luz.
Mas Jesus nos recomenda, não acumulemos tesouros na terra, onde os vermes e as traças os destroem. Acumulemos bens no Céu, onde nada nem ninguém podem destruí-los.
O que são estes Tesouros, Bens Materiais.

Ninguém levará nada destes valores.
Na terra ficaram tudo que materialmente compramos.

Só as boas Ações, Caridade prestadas, seguirão conosco.
Sejamos humildes, usemos tudo que Deus nos empresta por meio do dinheiro com sabedoria.
Vamos ter o teto, a roupa, o conforto que a matéria precisa, mas lembremos de dividir com os nossos irmãos de jornada.
A oportunidade sempre aparece.

Hoje é alguém com fome, amanhã é um vizinho doente, por vezes basta um aperto de mão, um sorriso ou um abraço e já fizemos a nossa parte.
Sejamos humildes e pensemos que hoje ajudamos, e amanhã seremos ajudados.

Ninguém encarnado ou não, vive sem ajuda de Deus.
Ao ler e estudar o Evangelho veremos que os Simples e Humildes verão o Reino dos Céus.
Isto é, habitarão uma das moradas do Senhor.

Meu irmão, na vida material precisa de simplicidade.
Está só é possível se nos curvarmos diante das boas ações e nos empenharmos em Jesus.
Médium Perfeito é a humildade sem igual. Estamos na escola da vida e agora iniciamos as aulas da Espiritualidade.

Sempre que oramos ou entramos em prece sejamos simples.

Vejamos os nossos erros e faltas cometidas. Antes de pedir, agradecemos tudo que Deus nos tem dado.
Os espíritos de Luz estão nesta elevação, por suas boas ações e simplicidade.
Médiuns Vaidosos é Médium doente.

Sua vaidade afasta a Luz, e os bons espíritos não se afinam. Não há como juntar as trevas a Luz.
Aos poucos nossos amigos espirituais se afastam e sós irmãos sofredores encontram afinidade. Vamos nos policiar.

Quando um amigo maior ajudar alguém, não se julguem em grande posição, somos apenas intermediários.
Este Amigo também sabe que ele nada fez a não ser ter a graça de servir a Deus.

Então para que dizer: Eu tenho um Guia Forte… Ou sou um ótimo médium. Vamos ser humildes, quando surgir um elogio, lembre-se que o mérito não é seu.
Você teve sim, oportunidade de se melhorar e Deus lhe deu esta chance de evoluir.

Quanto mais simples, melhor será a comunicação entre os dois mundos.
Portanto, a Umbanda é uma religião lindíssima, e de grande fundamento, baseada no culto aos orixás e seus seguidores.

Estes grupos de Espíritos estão na Umbanda “organizados” em linhas: Nanã, Iemanjá, Oxum, Inhasã, Ogum, Xangô, Oxossi, Obaluaê e Omulú, Crianças, Povo do Oriente, Pretos-Velhos, Almas, Malandros e Exus. Cada uma delas com funções, características e formas de trabalhar bem específicas, mas todas subordinadas as forças de Zambi e Oxalá.
Na verdade a Umbanda é bela exatamente pelo fato de ser mista como os brasileiros, por isso, é uma religião totalmente brasileira.
“ SARAVÁ A NOSSA UMBANDA”

Lenda de Oxum

Em um belo dia, Sàngó que passava pelas propriedades de Èsù,

avistou aquela linda donzela que penteava seus lindos cabelos a margem de um rio e de pronto agrado, foi declarar sua grande admiração para com Òsùn.

Foi-se a tal ponto que Sàngó, viu-se completamente apaixonado por aquela linda mulher, e perguntou se não gostaria de morar em sua companhia em seu lindo castelo na cidade de Oyó .

Òsùn rejeitou o convite, pois lhe fazia muito bem a companhia de Èsù.

Sàngó então irado e contradito, sequestrou Òsùn e levou-a em sua companhia,

aprisionando-a na masmorra de seu castelo.

Èsù, logo de imediato sentiu a falta de sua companheira e saiu a procurar, por todas as regiões, pelos quatro cantos do mundo sua doce pupila de anos de convivência.

Chegando nas terras de Sàngó, Èsù foi surpreendido por um canto triste e melancólico que vinha da direção do palácio do Rei de Oyó, da mais alta torre. Lá estava Òsùn, triste e a chorar por sua prisão e permanencia na cidade do Rei. Èsù, esperto e matreiro, procurou a ajuda de Òrùnmílá, que de pronto agrado lhe sedeu uma poção de transformação para Òsùn desvencilhar-se dos dominíos de Sàngó. Èsù, atravez da magia pode fazer chegar as mãos de sua companheira a tal poção. Òsùn tomou de um só gole a poção mágica e transformou-se em uma linda pomba dourada, que voôu e pode então retornar a casa de Esù.

Tristeza dos Caboclos

É noite de lua clara e céu estrelado, noite de festa na aldeia, me ponho a caminhar pelas estradas que levam à mata pedindo licença a Pai Ogum e ao senhor Tranca Ruas.
Ao chegar a beira da mata sinto algo de estranho no ar não ouço as gargalhadas do Senhor Exu da Mata nem da Sra Pombogira da Mata, como de costume peço licença ali deixando minha pequena oferenda e adentro a mata.
O silêncio da mata é ensurdecedor e apavorante, um silencio gélido quase sepulcral, depois de quase uma hora de caminhada avisto a aldeia, toda escura e em silêncio.
Resolvo me aproximar com cuidado pois além de não seber o que se passa não desejo assustar alguém ou atrapalhar uma cerimônia sagrada.
Assim que chego a aldeia avisto o Caboclo Serra Negra sentado em uma grande pedra perto das toras da fogueira que estavam apagadas.
Ele estava ali pitando seu cachimbo com o olhar fixo nas estrelas, a medida que me aproximo dele outros caboclos e caboclas começam a sair das ocas e percebo que não estão portando os penachos ou diademas de sempre e sim um penacho negro com apenas uma pena branca, o saiote tb é todo negro.
Então o Caboclo Pedra de Fogo se aproxima das toras e acende a fogueira, assim que a fogueira é acesa a Cabocla Estrela de Prata começa a entoar um canto triste e é seguida pelas demais caboclas que ao cantar choram.
Quando a Cabocla Estrela de Prata termina seu canto o Caboclo Serra Negra se ajoelha e começa a entoar um canto triste também que falava de dor e solidão, quando termina de cantar vem até mim para explicar o que acontece.
Caboclo Serra Negra “Esse Caboclo salva esse filho meu!!!Hoje filho não tá vendo esse festejo bonito como gosta de vê. Hoje filho presencia cerimônia para fazer espantador de tristeza e de dor.”
Eu “Mas Pai porque tanta tristeza e tanta dor?”
Caboclo Serra Negra “Esse caboclo triste pq 2 estrelas que Pai Oxalá esse fez manda pra terra fez voltador esse muito esse cedo filho”
Eu “Entendo Pai”
Caboclo Serra Negra “Esse caboclo filho assustado com a crueldade desses filhos na terra, também decepcionado, muito triste, mas como esse filho meu fala esse caboclo esse cabeça dura, esse caboclo assim é esse teimoso que fala, né filho?”
Eu (Muito sem graça) “É Pai….”
Caboclo Serra Negra “Esse caboclo fala pois esse caboclo não desiste desses filhos meu esse caboclo ainda acredita nesses filho, esse sabe que tudo vos tem como muda esse mundo pra melhor e Caboclo Serra Negra esse promete que enquanto esse meu filho tem esse saúde e esse força esse caboclo vai esse tá sempre em terra pra esse ajuda, pra esse orienta e pra esse dá bronca também.”
Eu “Que assim seja meu Pai e eu estarei sempre pronto a servir!!!”
E assim fui trazido de volta com a incumbência de publicar a tristeza dos caboclos.

Ditado pelo Caboclo Serra Negra.

  • Av. Dona Sofhia Rasgulaeff 177.
    Jardim Alvorada/ Maringá /Paraná
    Telefone: (44) 3034-5827 (44) 99956-8463
    Consultas Somente com Hora Marcada.
    Atendimento: de Segunda a sexta-feira
    Das 09:00 as 19:00 horas.
    Não damos consultas:
    via WhatsApp ou via E-mail e mensagens de celular.



Esta entrada foi publicada em Entidades de Umbanda. Adicione o link permanente aos seus favoritos.