Expressões usadas na Umbanda

Expressões usadas na Umbanda

Abó – banho de odor desagradável, em cuja composição entram várias ervas.
Agô – licença, permissão.
Alguidá – bacia de barro para diverso usos e finalidades.
Amací – banho de ervas, feito para lavar a cabeça.
Amalá – comida que se dá aos Orixás.
Aruanda – astral superior, onde vivem os Orixás.
Atabaque – tambor usado para acentuar o ritmo dos pontos.

Baba ou Babalorixá – Mãe de Santo; Chefe de terreiro.
Baixar – incorporar, descer o Guia.
Burro – denominação dada aos médiuns por alguns Exús.
Búzios – conchas marítimas usadas por Pai de Santo do Candomblé para consultar os orixás.
Calunga grande – mar, oceano.

Calunga pequena – cemitério.

Cambone ou cambono – auxiliar ou assistente do Orixá.
Camutuê – cabeça
candomblé – ramos dos cultos afros-brasileiros.
Canela-preta – soldado de polícia.
Carregado – cheio de maus fluídos.
Catatau – charuto.
Despacho- ato de despachar as ofertas ou coisas de que se queira livrar.
Ebó – presente, oferenda.
Egum – espírito de morto.
Encosto – obsessão de espíritos perturbadores.
Erês, ibejeda ou ibeji – espíritos que conservam o psiquismo de criança.
Exús – espíritos neutros; Orixá de esquerda, identificado erroneamente por muitos como sendo o diabo, qualquer espírito que faz o mal.
Filho- de-fé – adepto da Umbanda. Médium em desenvolvimento.
Filho de santo – médium com batismo na Umbanda, com o Guia Identificado.
Fundanga ou tuia – pólvora.
Guerreado – local de trabalho.
Gira ou engira – sessão de Umbanda; trabalhos espirituais.
Guia – protetor do médium; colar de contas, pedra ou metal.
Iabá – cozinheira especializada em preparar a comida de santo.
Jacutá – altar, terreiro.
Juremá – local na mata astral, onde vivem os Caboclos.
Mãe ou Pai pequeno – auxiliar imediata da Mãe ou Pai de Santo.
Mãe de Santo – mulher dirigente do terreiro, ou médium coroada.
Macaia – casa, lar, domicílio.
Maleime – perdão, desculpa.
Marafa ou marafo – aguardente, qualquer tipo de bebida alcoólica.
Médium – intermediário entre os Guias e os homens.
Mironga – segredo, mistério.
Moça ou moça bonita – Pomba Gira.
Oferenda – presente para os Orixás.
Ogan – tocador de atabaque.
Oló, ir a oló ou ir ao ló – ir embora, subir (a entidade).
Patuá – talismã usado para dar sorte ou proteção.
Pegí – altar, o mesmo que congá.
Pemba – giz especial com que se riscam os pontos.
Perna de calça – homem.
Piau – frango, galinha ou ave na linguagem dos Exús.
Ponteiro – punhal.
Ponto cantado – cântico entoado às entidades.
Ponto riscado – desenho feito no chão ou numa roda, que simboliza as armas da entidade; o mesmo que a “assinatura” do Guia.
Quimbanda – conjunto de linhas a quem pertencem quiumbas, ou exús malévolos.
Quiumba – rabo de encruza, espírito trevoso, sofredor que só faz o mal.
Rabo de saia-mulher.
Saravá – cumprimento comum e geral na Umbanda, o mesmo que “salve”.
Tenda – templo, igreja ou local onde se realizam os cultos.
Terreiro – tenda, templo, local onde se realizam sessões de Umbanda.
Toco – vela, charuto, cigarro, banco.

PALAVRAS FINAIS

acreditamos em um DEUS único,

independente do credo religioso, seja ele reverenciado e chamado pelos mais variados nomes.

Respeitamos todos os credos religiosos, da mesma forma que queremos respeito para o nosso. Não existe boa ou má religião,

existem pessoas que ignoram a lei de Deus.

“Existem diversos caminhos que levam ao PAI”.
Vemos a Umbanda como o caminho

que nos levará à Deus, nosso Pai, criador de todas as coisas; por esta razão buscamos soluções e meios para melhora-la no que diz respeito ao dialogo, a irmandade tendo como meta a união sem imposições de culto, doutrina ou preceitos, mas de objetivos comuns respeitando cada linha doutrinaria, cada forma de se praticar a Umbanda e todas as demais religiões existentes no planeta.

Coroa de Preto-Velho

A fumaça que sai do meu cachimbo, forma nuvens quando encontra o céu,

e das lágrimas que me caem do rosto,

nascem rios que correm sem gosto,

formando na terra o mais belo ilhéu.

Sou preto, sou velho,

fui escravo, fui por Deus coroado. Hoje espalho no mundo mensagens de fé, trazendo esperança com minha humildade, deixando sementes de caridade, secando a mentira e regando a verdade. Trago comigo arruda e guiné, caminho descalço em cima de espinho, quebro mironga e curo doença, habito cabana ao pé de cruzeiro, trabalho aqui e no mundo inteiro. Sou preto, sou velho, fui escravo, venho por Deus ordenado.


NOMES DE CABOCLOS NA UMBANDA

Os nomes usados pelas entidades espirituais, que apresentam-se como Caboclos, na Umbanda podem ser nomes indígenas de pessoas, como por exemplo: Cabocla Jurema ou podem ser referências a tribos ou troncos linguísticos, como Tupinambá. Podem ainda referir-se a nomes simbólicos, usados na Umbanda, como: Caboclo do Sol.

Outro fato que deve ser percebido é que alguns nomes de Caboclos, podem ser usados por falanges que vêm na vibração de dois ou mais Orixás, como por exemplo, o nome Cobra Coral, que é encontrado na vibração de Xangô ( mais comumente) e também na vibração de Oxóssi.

Estarei atualizando a lista com mais nomes, após novas pesquisas.

CABOCLOS DE OGUM:

Águia Branca, Águia Dourada, Pena Vermelha, Sete Espadas, Espada Flamejante, Sete lanças, Tabajara, Tamoio, Tucuruvú, Sete Ondas, Sete Caminhos, Sete Matas, Rompe Fogo, Caboclo Pantera Negra, Tupuruplata, Akuan, Rompe Nuvem, Caboclo Apeiara, Araribóia, Icaraí, Rompe Ferro, Beira Mar, Caiçara, Caboclo Goitacá, Ipojucan,Itapoã, Águia Solitária, Caboclo Kaluanã, Jaguarê, Ubirajara, Rompe Aço, Caboclo Beira Mar, Caboclo Ogum Iara, Caboclo Ogum Megê, Caboclo Ogum Matinata, Caboclo Guarani, Caboclo Ogum Naruê, Caboclo Ogum das Matas, Caboclo Apecatu, Caboclo Ogum Beira Rio, Caboclo Ogum de Lei, Caboclo Ogum de Ronda, Caboclo Ibiajara, Caboclo Guaçu, Caboclo Goitacá, Caboclo Apuana, Caboclo Tibiriçá.

CABOCLOS DE XANGÔ

Caboclo Sete Pedreiras, Caboclo Sete Cachoeiras, Caboclo Sete Pedras, Caboclo Sete Montanhas, Caboclo Cachoerinha, Caboclo Treme Terra, Caboclo Tupã, Cobra Coral, Caboclo Itapema,Itapoã, Caramuru, Itamirim, Urubatã da Guia, Treme Terra, Araúna, Cajá, Caboclo do Sol, Itapitinga, Itaqui, Ubiratã, Itajaí, Caboclo Guaritá, Juparã Mirim, Caboclo Itatiba,Caboclo Quebra, Itapeva, Caboclo Giguaçu, Pedra, Caboclo Itaimbé, Guará, Caboclo Itaum, Caboclo Itajubá,Sete Trovões, caboclo Arranca-Toco, Pedra Preta, Caboclo Itapoã, Pedra Rôxa, Caboclo da Pedreira, Caboclo do Trovão, Itapema, Caboclo Cachoeira, Caboclo Gira Mundo, Caboclo Cubatão, Itapitinga, Caboclo Apuã, Caboclo Voturantim, Caboclo Guairá, Caboclo Itaúna, Caboclo Itabira,Caboclo Itambé, Caboclo Anajé, Caboclo Itatiba, Caboclo Itagi, Caboclo Anajé, Caboclo Itaguaçu,

CABOCLOS DE OXÓSSI

Sete Encruzilhadas, Mata Vírgem, Sete Flechas, Arruda, Pena Branca, Tupaíba, Tupiara, Aimoré, Tupinambá, Rompe Folha, Aracambé, Sete Matas, Junco Verde, Folha Verde, Apuava, Japiassú, Paraguassu, Asema, Pena Verde, Caboclo Jibóia, Pena Azul, Flecheiro, Caçador, Antã, Pena Dourada, Ubá, Caboclo da Lua, Apué, Caboclo da Mata, Anhaguera, Guarani, Guandú, Arapuí, Serra Azul, Sete Serras, Tapuia, Apuama, Flecha Dourada, Caboclo Uirapara, Caboclo Aymoré, Caboclo Lírio Branco, Uiba uí, Caboclo Tira-Teima, Caboclo Cipó, Caboclo Rôxo, Caboclo Jibóia, Caboclo Ubirajara, Caboclo Ubiracy, Caboclo Jiquitáia,Águia da Mata, Flecheiro do Fogo, Caboclo Apuama, Caboclo Jaguaruna, Caboclo Caiuá, Apoena, Caboclo Guarapari, caboclo Toriba,

CABOCLOS DE OXALÁ

Caboclo Urubatão da Guia, Caboclo Araguacy, Caboclo Ibaté, Caboclo Mauá, Caboclo Ubirajara, Caboclo Guaratinguetá, Caboclo Eté, Caboclo Jurandir, Caboclo Ventania, Caboclo Tamandaré, Caboclo Apoema, Caboclo Iandé, Caboclo Iaé, Caboclo Uanã, Caboclo Jaçanã, Caboclo Yacamim, Caboclo Ibaretama, Caboclo Cuera,Uaçaiçú, Caboclo Araguaci, Caboclo Anhaguá, Caboclo Inaiê, Caboclo Taiguara, Caboclo Yakecan, Caboclo Uirá,

CABOCLAS DE OXÓSSI

Cabocla Jurema,Cabocla Jacira, Cabocla Flor de Lís, Cabocla Flor da Mata, Cabocla da Mata, Cabocla da Lua, Cabocla Lírio Branco, Cabocla Angatú, Cabocla Sete Flechas, Cabocla Sete Estrelas, Cabocla Samambáia, Cabocla Jandira, Cabocla Capotira, Cabocla Indaiá,

CABOCLAS DE IANSÃ

Cabocla Raio de Luar, Cabocla Jussara, Cabocla Raio de Luz, Cabocla Raio de Sol, Cabocla Bartira, Cabocla Potira,Cabocla Cabocla do Vento, Cabocla Iacina, Cabocla Japotira, Cabocla da Chuva, Cabocla da Pedreira, Cabocla dos Raios, Cabocla Amanaiara, Cabocla Atiaia, Cabocla Amanacy, Cabocla do Trovão, Cabocla das Folhas, Cabocla Sete Raios, Cabocla Tempestade, Cabocla Amanara, Cabocla Tainá, Cabocla Amanacy, Cabocla Iaciara,

CABOCLAS DE IEMANJÁ

Cabocla da Praia, Cabocla das Ondas, Cabocla Janaína,Cabocla Aci, Cabocla Guaraciaba, Cabocla Sete Ondas, abocla Imerim, Cabocla Jaciaba, Cabocla do Mar, Cabocla Estrela do Mar, Cabocla Juracy, Cabocla Ayrumã, Cabocla Jaciema, Apenunga,

CABOCLAS DE OXUM

Cabocla da Cachoeira, Cabocla Assucena, Cabocla Yara, Cabocla do Rio, Cabocla do Sol, Cabocla Irani, Cabocla Saçuena, Inauê, Imaiá,Cabocla Igapira, Cabocla dos Lírios, Cabocla Jupira, Cabocla Jaci, Cabocla Iracema, Cabocla Iraí, Cabocla Iaciara, Cabocla Ibotira,

      baiano - ele é baiano ele arrebenta sapucaia

  • Av. Dona Sofhia Rasgulaeff 177.
    Jardim Alvorada/ Maringá /Paraná
    Telefone: (44) 3034-5827 (44) 99956-8463
    Consultas Somente com Hora Marcada.
    Atendimento: de Segunda a sexta-feira
    Das 09:00 as 19:00 horas.
    Não damos consultas:
    via WhatsApp ou via E-mail e mensagens de celular.



Esta entrada foi publicada em Textos de Umbanda. Adicione o link permanente aos seus favoritos.