conflitos

Conflitos

Todos nós que comandamos um grupo de pessoas, estamos sujeitos a enfrentar um tipo de situação que pode muitas vezes ser delicadas e desagradáveis, estas situações são os conflitos, sejam eles de ordem pessoal ou doutrinária.

Temos que nos lembrar sempre que estamos lidando com pessoas que tem personalidades diversas, pensam, agem e tem gostos diferentes e muitas vezes estas diferenças se chocam e geram os conflitos.

Outras vezes enfrentamos problemas de ordem doutrinária em nossas casas, tipo: Pessoas que com o passar do tempo começam a pensar que as regras da casa são apenas para os mais novos, que ele por já terem algum tempo de casa, estão imunes a estas regras, ou os mais novos que na ânsia de “fazer alguma coisa”, acabam por extrapolar um pouco. Seja qual for o caso, os dirigentes e seus auxiliares, devem estar sempre atentos a estes conflitos e intervir ainda no inicio, evitando assim que eles tomem uma proporção maior, nunca demonstrando preferência por este ou aquele, sendo sim justo. Numa corrente mediúnica não podem existir: marido e mulher, irmão, namorados, primos, etc. Devem sim existir “elos da corrente”.
Um ultimo alerta aos dirigentes:
Assumam suas responsabilidades terrenas, não queiram jogar tudo nas costas das entidades.

 

Senhor Ogum!

Nasci como uma Barra de Aço! Fui colocado em um ambiente com alto calor familiar!

Aquecido com amor, dedicação e aprendendo a ter fé! até me tornar maleável para ser moldado.

No ponto certo fui retirado deste ambiente, e desde então

a vida vem martelando e me moldando constantemente.

Para que eu me torne uma boa espada! E como toda boa espada, ela precisa se curvar para não se quebrar.

Precisa ser temperada, com fogo e gelo! Então eu lhe suplico senhor Ogum! Forja meu espírito com coragem E meu aço com determinação.

Permita-me ultrapassar todos os obstáculos, Usando sempre o fogo, o choque e a precisão.

Forja-me um Guerreiro de Ferro, Que faça tremer as posições inimigas.

Dê-me força para poder ser onipotente nos campos de batalha, Seguindo sempre em frente montado em minha fé.

E, se algum dia, no meio do entreveiro, eu tiver que partir, Nunca se esqueça, Senhor Ogum! Que meu coração blindado ao seu amor pertence, Pelo simples motivo de que sou e sempre serei, Um filho de Ogum!

Poema São Jorge

Meu São Jorge Guerreiro vem matar este dragão.

Ele está escondido no meio da multidão.

Ele é um lobo pronto pra atacar.

Ele usa o sorriso pra disfarçar.

A minha arma são as minhas Palavras que se escoam no ar.

Meu São Jorge Guerreiro vem matar este dragão.

Ele é um louco, um homicida, que se esconde no meio da multidão.

Que usa e abusa do poder, do poder de sedução.

Ele está com a faca e o queijo na mão. Ele tem um amigo, um parente para lhe dar proteção.

Meu São Jorge Guerreiro vem matar este dragão.

Vem na lua cheia, Clareia a escuridão.

Vem acabar de vez com a violência e a corrupção.

Não os os deixe à vontade, pois somos poucos os guerreiros.

Eles se multiplicaram

Moça se o que você está percorrendo é o caminho dos seus verdadeiros sonhos, comprometa-se com ele.

Não deixe a porta de saída aberta, através da desculpa: “Ainda não é bem isto que eu queria”.

Esta frase guarda dentro dela a semente da derrota.

há Assuma o seu caminho, mesmo que precise dar passos incertos, mesmo que saiba que pode fazer melhor o que está fazendo.

Se você aceitar suas possibilidades no

presente, vai melhorar no futuro, mas se negar suas limitações, jamais se verá livre delas.

Enfrente seu caminho com coragem, não tenha medo da crítica dos outros.

E, sobretudo, não se deixe paralisar por sua própria crítica.

Seu Zé ,

vai ta sempre com você , quando der e vinher, tudo basta ter fé. !

O verdadeiro médium de Umbanda É aquele que leva a paz, o amor e a esperança aos mais necessitados, dentro do terreiro onde desenvolve seu mediunato.

Mas também que sabe semear estas sementes, dentro do seu próprio lar!”

Pai Antonio das Almas


Oxalá                     Oiá-Tempo.

A FÉ é a qualidade divina aceita por todos como a principal ou maior, pois tudo tem que ter por principio a fé em Deus e na sua capacidade criadora e geradora, já que tudo foi criado e gerado por Ele e em tudo Ele está, pois é em Si mesmo tudo o que existe. Se os mecanismos da FÉ forem bem ativados, as pessoas alterarão seus comportamentos sociais, religiosos, morais e emocionais, dotando-se em pouco tempo de uma nova consciência. Este fato torna a FÉ a principal via evolutiva, já que os outros sentidos da vida possuem mecanismos cujas ativações são mais lentas ou difíceis de serem conseguidas.

A FÉ consegue tirar as pessoas de estados de espírito sombrios e elevá-las a estados luminosos num piscar de olhos.
A irradiação da FÉ é uma onda que nasce de Deus e irradia-se bipolar. Em sua onda passiva, positiva e cristalizadora da FÉ, Deus gerou em Si Oxalá, que é em si mesmo a qualidade divina denominada FÉ.

Em sua onda ativa, negativa e magnetizadora da religiosidade, Deus gerou em Si Oiá-Tempo (também chamada de Logunã), que é em si mesma a religiosidade dos seres.

Oxalá é visto por todos como o principal Orixá, pois sem a FÉ não existiria a religião e a crença em Deus.

Oiá é temida por todos porque seu mistério atua sobre os descrentes, os fanáticos religiosos e os enganadores da boa-fé alheia, desmagnetizando o mental desvirtuado, anulando suas faculdades e paralisando seu emocional, esvaziando-o em todos os sentidos capitais.

Um blasfemador, um ofensor das divindades, um mercador da fé, estes são os candidatos a conhecer Oiá mediante seus aspectos negativos.

A atuação de Oxalá e Oiá é permanente na Criação e na vida dos seres, independendo de nossa vontade para atuarem sobre nós.
Oxalá é um trono universal, pois suas irradiações retas e contínuas são projetadas a todos, o tempo todo e durante todo o tempo.

De forma contínua e estável. Ele é o Sol da vida, a fé abrasadora, o Pai amoroso que fortalece o íntimo dos seres e os conduz ao nosso Divino Criador, é a fé de Deus em seus filhos.

Oiá é um trono cósmico, pois suas irradiações espiraladas são alternadas e direcionadas, só alcançando os seres apatizados ou emocionados em seus sentimentos religiosos e que estão vivenciando desequilíbrios nos campos da FÉ.

Em sua irradiação alternada uma espiral magnética projeta-se e estimula a religiosidade enquanto a outra espiral magnética, que ela absorve, vem esgotando o emocional dos seres que estão vibrando sentimentos religiosos desequilibrados.

Ela é o Tempo em que tudo se realiza, é o gélido Tempo onde são desmagnetizados os desequilibrados nas coisas da fé, é o Tempo por onde os seres caminham buscando o Divino Criador, é o rigor para com os filhos que voltaram as costas a Deus.

É o Tempo cronológico.

Ela está em tudo e em todos, na a origem, no meio e no fim.
Tanto Oxalá quanto Oiá, formam em suas irradiações divinas as suas hierarquias em todos os Planos da vida. Tanto nos pólos positivos quanto nos negativos. Pois Oxalá e Oiá são pólos complementares na irradiação da FÉ mas em campos de atuação distintos.

Ou seja, nos campos de atuação de Oxalá há faixas vibratórias positivas e negativas e nos campos de atuação de Oiá também há faixas vibratórias positivas e negativas. Temos o Oxalá da Fé, o do Amor, o do Conhecimento, assim como temos a Oiá da Fé, a do Amor, a da Justiça, e desta forma acontece em cada entrecruzamento nas 7 irradiações.
Jesus Cristo é um Trono da Fé de nível intermediário dentro da hierarquia de Oxalá.

E o mesmo acontece dom Buda e outras divindades manifestadoras da FÉ, pois muitos Tronos Intermediários já de humanizaram para falar aos homens e melhor estimularem a FÉ em DEUS.

Todas as Divindades irradiam a FÉ. Mas os Tronos da hierarquia de Oxalá são mistérios da FÉ e irradiam-na o tempo todo.

Características dos filhos de Oxalá:

no aspecto positivo, são amorosos, alegres, compenetrados, emocionam-se facilmente, compadecem-se com o sofrimento alheio, acreditam em todos e são persistentes. Apreciam festas, reuniões calorosas, passeios, a boa mesa, roupas da moda e a companhia de pessoas alegres e leais, mulheres inteligentes e decididas. São solares e geniosos.

No aspecto negativo, são ranzinzas, briguentos, frios, perigosos, agressivos e vaidosos. Os filhos de Oxalá não apreciam pessoas falsas, emotivas, exageradas, roupas conservadoras, conversas chulas, trabalhos pesados, recintos fechados, horários rígidos e comida picante.
Características das filhas de Oiá – Tempo:

no aspecto positivo, são simpáticas, discretas, silenciosas, observadoras, amigas e conselheiras, emotivas, mas guardam suas emoções para si em vez de exteriorizá-las, são lutadoras e muito sinceras.

Apreciam as coisas religiosas, o estudo, a música suave ou romântica, um pouco de isolamento, conversas construtivas, a companhia de pessoas discretas e de homens maduros, reservados e amorosos.

São temporais, persistentes, tenazes e introspectivas. No aspecto negativo, são retraídas, ciumentas, possessivas, evasivas, fugidias, descrentes, desconfiadas, não perdoam uma ofensa, mesmo que seja inconsciente, são glaciais nos seus envolvimentos emocionais.

As filhas de Oiá não apreciam pessoas imaturas, improdutivas, muito falantes e grosseiras, roupas berrantes, discussões inconsequentes, intrigas, lugares muito agitados, muitas companhias e não gastam seu tempo à toa.

Ervas de Oxalá:

Boldo, manjerona, sálvia, tapete de Oxalá Amaci: Água de fonte, rosas brancas e folhas de manjerona maceradas e curtidas por 24 horas.

Cor: Branco, Dourado

Chakra: Coronário

Oferenda: Velas brancas, frutas, côco verde, mel e flores. Ponto de força: Os locais para oferendá-lo são aqueles que mais puros se mostram. Pode ser em bosques, campinas, praias limpas, jardins floridos, etc.

Saudação: Êpá Babá! Salve meu Pai Oxalá!
Ervas de Oiá: Eucalipto

Amaci:

Água de chuva, folhas de eucalipto e pétalas de rosa amarela maceradas e curtidas por 7 dias.

Cor: Branco, Azul bem escuro .

Chakra: Coronário

Oferenda:

1 vela branca e 1 vela azul bem escuro (quase preto), um côco partido em duas partes com um pouco de água de côco em uma das partes, colocar um pouco de licor de anis na parte do côco utilizada como cuia misturando com a água de côco, um maracujá maduro partido ao meio colocado ao lado do côco, rosas brancas.

Ponto de força: Deve ser oferendada em locais abertos, fora do templo, fora da casa. Ela não aceita ser firmada em locais fechados, apenas em espaços abertos. Em campos, jardins, quintais, etc

. Orientação:

À nossa mãe Oiá Tempo, devemos pedir suas bênçãos, seu amparo divino, sua orientação e sua proteção cósmica e poderosíssima, que nos protege dos eguns que vivem soltos no tempo.

Devemos estar com o coração puro e a mente voltada à Fé.

Não devemos fazer pedidos negativos aos Orixás, cientes de que sofreremos muito mais do que desejamos aos nossos semelhantes.

Oiá é implacável em sua atuação sobre os nossos desequilíbrios.

Saudação: Salve Mãe Divina da Fé! Salve Oiá! Salve Senhora do Tempo!

  • Av. Dona Sofhia Rasgulaeff 177.
    Jardim Alvorada/ Maringá /Paraná
    Telefone: (44) 3034-5827 (44) 99956-8463
    Consultas Somente com Hora Marcada.
    Atendimento: de Segunda a sexta-feira
    Das 09:00 as 19:00 horas.
    Não damos consultas:
    via WhatsApp ou via E-mail e mensagens de celular.