A umbanda que eu Amo

Religião Umbanda

A Umbanda não é responsável pelos absurdos praticados em seu nome, assim como Jesus Cristo não é responsável pelos absurdos que foram e que são praticados em Seu nome e em nome de seu Evangelho.

A Umbanda que eu amo

Uma declaração de amor à querida Umbanda .

enviado por Carlos “Carlinhos” de Carvalho

A Umbanda que pratico, é pura e simples, sem conceitos cósmicos e metafísicos, sem teorias helênicas, despida de vaidades e preconceitos.

A Umbanda que pratico , não aceita que para ajudar alguém ou dar evolução a um ser espiritual, precisemos sacrificar outro ser, pois entendo que a Umbanda é antes de tudo uma celebração à vida.

A Umbanda que pratico, acolhe a todos da mesma forma, seja qual for sua cor, orientação sexual, posição social e religião.

A Umbanda que pratico, não quer servos ou escravos, quer sim pessoas de boa vontade, pessoas que venham com o coração aberto, pessoas que entendam que não devem vir para a Umbanda pensando somente em melhorar a sua vida, mas sim pessoas que entendam que ajudando a melhorar um pouco que seja este mundo, vão com certeza receber sua parte nesta melhora.

A Umbanda que pratico, não quer ninguém vivendo “DA RELIGIÃO” e nem “PARA A RELIGIÃO”, quer sim que vivamos “A RELIGIÃO” em toda sua plenitude.

Na Umbanda que pratico, Orixás e entidades, não nos tratam como empregados ou meros “cavalos”, eles nos tratam como companheiros de jornada, não nos fazem exigências absurdas e respeitam nossos limites e nosso livre arbítrio.

Na Umbanda que pratico, sabemos que a caridade é importante, mas não só a material, entendemos que a maior caridade que podemos fazer e sermos as melhores pessoas o possível, passando isto a quem nos procura.

A Umbanda que pratico, nos incentiva a estudar e aprender cada vez mais, pois entendo que não devem existir segredos em uma coisa tão bela como esta religião.

A Umbanda que pratico, é uma Umbanda que não assusta ninguém, não causa medo, ao contrario traz o prazer e a alegria para dentro do terreiro.

Na Umbanda que pratico, não há lugar para a soberba, os títulos e cargos são meras referências, sem aquela idéia de que quem os possui é melhor que os outros.

Esta é a Umbanda que eu AMO!

Declaração de um Umbandista

Amo a ti Umbanda, com seus versos sagrados, com seu chão molhado, do suor dessa gente que sabe trabalhar.

Amo a ti Umbanda, com sua caridade, com seus guias de simplicidade, que nos fazem sonhar.

Amo a ti Umbanda, com sua alegria de verdade, com sua humildade, que a todos vão contagiar.

Amo a ti Umbanda, e te vejo livre como uma criança, que dança sobre a Terra. És prenuncio da Nova Era que se traveste de inúmeras cores, nomes e formas.

Amo a ti Umbanda. Então, faz renascer a tradição do passado, do vermelho, negro, amarelo, branco, pardo, faz renascer tua glória em minha terra Brasil.

Texto enviado para a Lista de Debates “Saravá Umbanda” em março/99,

autor desconhecido

 

“Cada um colherá aquilo que plantou. Se tu plantaste vento colherás tempestade, mas se tu entenderes que com luta o sofrimento pode tornar-se alegria vereis que deveis tomar consciência do que foste teu passado aprendendo com teus erros e visando o crescimento e a felicidade do futuro. Não sejais egoísta, aquilo que te fores ensinado passai aos outros e aquilo que recebeste de graça, de graça tu darás. Porque só no amor, na caridade e na fé é que tu podeis encontrar o teu caminho interior, a luz e DEUS”
– Pai Cipriano através do médium Etiene Sales

E por fim o testamento de JESUS

Eu, Jesus de Nazaré, vendo que se aproxima a minha hora de deixar o mundo, estando na posse das minhas faculdades para assinar este documento, desejo repartir os meus bens entre as pessoas mais chegadas a mim. Mas, como vou ser entregue como cordeiro para salvação da humanidade, penso que é conveniente deixar os meus bens a todos.
Deixo todas as coisas que, desde o meu nascimento, estiveram presentes na minha vida e marcaram de um modo significativo.
Assim:
Deixo a Estrela que conduziu os Magos a Belém, aos desorientados e a todos os precisam ver claro, todos os que desejam ser guiados ou que servem de guias.
Deixo o Presépio aos que não têm nada, nem se quer um lugar para se resguardar, uma fogueira para se aquecer ou um amigo com quem falar.
Deixo as minhas Sandálias aos que desejam empreender o caminho do bem, aos que estão dispostos a seguir-me até ao fim.
Deixo a Bacia onde lavei os pés, aos que querem servir, a quem desejar ser pequeno diante dos homens, pois esse será grande aos olhos de meu Pai.
Deixo o Prato onde parti o pão, aos que promovem a fraternidade para que estejam sempre dispostos a amar acima de tudo e a todos.
Deixo o Cálice, aos sedentos de um mundo melhor e de uma vida mais justa.
Deixo a Cruz a todos aqueles que estiverem dispostos a carregar com ela.,
Deixo a Túnica, a todo aquele que a dividir e repartir.
Também quero deixar como legado, a todo a humanidade, as atitudes que guiaram a minha vida, atitudes que quero que guiem também as vossas vidas.
Deixo a minha Palavra, e Ensino, que o Pai me confiou, a todo aquele que a escuta e põe em pratica.
Deixo a a todos os que desejarem partilhá-la.
Deixo a Humildade a quem estiver disposto a trabalhar pela expansão do Reino dos Céus.
Deixo o meu Ombro, a todo aquele que precisar de um amigo em quem possa reclinar a cabeça, ao abatido pelo cansaço do caminho para que possa descansar e recobrar forças para continuar caminhando.
Mas porque amo a Humanidade, por quem tanto sofri, deixo-me a Mim Mesmo.
Eu estarei convosco até ao fim dos tempos.
Jesus Cristo

Oxalá, Alá, Jeová, Buda, Deus, Vários nomes e um só Deus. Respeite a minha religião e eu respeitarei a sua, desrespeite a minha religião e eu respeitarei a sua, o seu preconceito é falta de conhecimento, o meu respeito é puro conhecimento.

      canto_a_oxalá

Oxalá, Alá, Jeová, Buda, Deus, Vários nomes e um só Deus. Respeite a minha religião e eu respeitarei a sua, desrespeite a minha religião e eu respeitarei a sua, o seu preconceito é falta de conhecimento, o meu respeito é puro conhecimento.

  • Av. Dona Sofhia Rasgulaeff 177.
    Jardim Alvorada/ Maringá /Paraná
    Telefone: (44) 3034-5827 (44) 99956-8463
    Consultas Somente com Hora Marcada.
    Atendimento: de Segunda a sexta-feira
    Das 09:00 as 19:00 horas.
    Não damos consultas:
    via WhatsApp ou via E-mail e mensagens de celular.

Esta entrada foi publicada em Umbanda. Adicione o link permanente aos seus favoritos.